EnglishPortugueseSpanish

T.O.I.

Apresentação

Apresentação

Por Adriano Mondelli
17/05/2020 08h00

Por que surgiu a necessidade da criação de um método de tratamento odontológico ideal

A odontologia é uma ciência dinâmica, que evolui continuamente como a maioria delas. Hoje, é possível, porém pouco realizado em larga escala, manter o acompanhamento ou tratamento odontológico de um paciente por toda a vida, de modo que o acompanhamento ou tratamento com método, frequência e período ideais pode evitar que as doenças da boca se manifestem ou não, e que os problemas de oclusão e cárie se desenvolvam.

É possível, sim, que o paciente chegue ao fim de uma vida muito longeva com todos os seus dentes em perfeita saúde, sem cáries e com excelente oclusão funcional. Quando dizemos que o tratamento odontológico é ideal, devemos pensar que se trata de prevenir principalmente a doença cárie e a má oclusão, antes que ela se instale, ou no caso da má oclusão, de minimizar seus efeitos quando ela já ocorre desde o nascimento, ou se instalou durante a vida do paciente por vários motivos, que não nos convém relatar nesse momento.

Porém, não existe na literatura um método de tratamento e acompanhamento integrado odontológico o mais preventivo possível baseado em metas terapêutica e tempos ideais. Isso tem tirado o foco dos profissionais, no que diz respeito aos procedimentos realizados no consultório ou clinica, principalmente devido a Industria protética.

A falta de manuais e evidências científicas a respeito da existência de uma terapêutica fundamentada em regras, metas e objetivos, que conduza e direcionem a conduta clinica do profissional na realização do procedimento correto e no período correto em conjunto com a massiva postura reparadora ensinada nas Faculdades de Odontologia do Brasil (mas também do mundo todo), pode ter relação de causa direta com o elevado índice de cárie, más oclusões, doenças periodontais, endodônticas e perda dentárias em pacientes jovens e adultos, como relatado pelo IBGE.

Tais fatos nos levam a refletir sobre a necessidade de criação de um método ou uma filosofia de tratamento e monitoramento  preventivo que conduza a relação de integração entre as disciplinas odontológicas, diminuindo a oportunidade de erros de diagnóstico e de tratamento, tornando-o eficaz, efetivo e barato e, portanto, ideal. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *